O Que a Bíblia Diz Sobre a Desobediência?

O Que a Bíblia Diz Sobre a Desobediência?  Muitas pessoas se perguntam o que a Bíblia tem a dizer sobre a desobediência. A Bíblia define a desobediência como qualquer escolha que é contrária ao que Deus instruiu. A desobediência de Adão resultou na humanidade estar separada de Deus. As nações de Israel e Judá foram destruídos devido a desobediência às leis de Deus. A obediência é sempre a resposta à desobediência, mas a desobediência ainda tem consequências, mesmo depois de arrependimento.

1. O significado. Segundo a Bíblia, a desobediência é não seguir as leis de Deus. As pessoas primeiro se separaram de Deus através da desobediência de Adão (Gênesis 3:17). A Bíblia está cheia de exemplos de desobediência das pessoas e as consequências devastadoras. Felizmente, as pessoas podem se arrepender e sempre escolher a obediência, como a reação de Davi a Natã apontando sua desobediência em ter um caso com a mulher de Urias e depois ter morto Urias (II Samuel 11 e 12). Mesmo após o arrependimento, as consequências ainda seguem, como a perda da vida de criança de Davi (II Samuel 12:15-19).

2. As considerações. Na Bíblia, Deus frequentemente usa o “pau e cenoura” abordagem para incentivar a obediência de Seu povo. Por exemplo, depois de colocar as leis que governam Israel no livro de Deuteronômio, Deus enumerou as bênçãos que Israel receberia se o povo de Deus obedecia às leis (Deuteronômio 28:1-14). No entanto, Deus, então, passou a expor sobre as maldições que cairiam sobre Israel por desobediência (Deuteronômio 28:15-68). Infelizmente, Israel escolheu a desobediência e experimentou aquelas maldições.

3. Os efeitos. Na Bíblia, a desobediência é sempre seguida por consequências. Por exemplo, as partes da Bíblia em Juízes 2:6-23 que, após a morte de Josué, os israelitas caíram em desobediência e adoraram a outros deuses, entre outros atos de desobediência. Deus tornou-se irritados e consequências imposto, como a venda de seu povo em escravidão e permitir que Israel seja derrotado na batalha. Foi por causa da desobediência de Judá que Babilônia derrotou o país e levou cativo o povo de Deus (I Crônicas 09:02).

4. A prevenção e solução. A obediência é sempre a solução para a desobediência. A desobediência de um só homem (Adão) trouxe a separação de Deus, mas a obediência de um homem (Jesus) salvou muitos (Romanos 5:19). Deus quer ter misericórdia daqueles que são desobedientes (Romanos 11:30-32). Mesmo Manassés, que era um dos reis mais perversos de Judá, foi capaz de voltar para Deus após a desobediência terrível (II Crônicas 33:1-18).

5. Um aviso. Segundo a Bíblia, mesmo que uma pessoa pode retornar a Deus depois de desobediência, o dano muitas vezes já foi feito. Obediência após a desobediência não altera as consequências das más escolhas. Por exemplo, a Bíblia registra a história de Manassés, rei de Judá, em II Crônicas 33:1-18. Mesmo que o rei Manassés em última análise, se arrependeu e tornou-se obediente a Deus, o dano de sua desobediência já foi feito. As pessoas continuaram a desobedecer a Deus, o que levou à destruição de Judá.