Como Tratar Inchaço nas Pernas

Como Tratar Inchaço nas PernasPernas inchadas podem ser causadas por uma variedade de condições. Este distúrbio comum pode ser o resultado mecânico de permanecer em seus pés – de pé, em vez de se movimentar – por um tempo muito longo. Ou, no extremo oposto, pode ser associado de forma complexa com distúrbios do coração, vasos sanguíneos, rins ou de fígado, o que resulta em uma retenção anormal de água no corpo. Seja qual for o seu caso, é importante tratar inchaço nas pernas.

Se você sofre constantemente deste distúrbio desconfortável, há duas coisas importantes que você pode fazer para reduzir inchaço nas pernas – pedir ao seu médico que exames sejam feitos para que a causa subjacente de inchaço nas pernas seja determinada; assegurar-se de pelo menos um alívio temporário através de certas medidas simples que ajudam a reduzir o inchaço nas pernas.

Mulheres tendem a sofrer mais de mais de inchaço nas pernas do que os homens. Isto é particularmente verdadeiro durante o período pré-menstrual e durante a gravidez, quando existe uma maior tendência para a retenção de todos os fluidos corporais. O distúrbio particularmente assola as pessoas que estão acima do peso, e é mais comum durante o tempo quente. Se suas pernas incham no final do dia, depois de passar horas em pé ou sentada sem se movimentar de tempo em tempo, você pode simplesmente estar experimentando os resultados da gravidade no local de trabalho, quando o sangue e outros fluidos em seu corpo se acumulam nos níveis inferiores do corpo.

Outra causa comum de pernas inchadas é varizes. Devido o mal funcionamento das veias, o sangue estagna nas pernas. Como o sangue se acumula, a pressão nas veias aumenta provocando vazamentos de fluidos das veias para os tecidos circundantes, causando, assim, o inchaço nas pernas.

Anormalidades nos canais linfáticos ao longo das pernas podem causar um inchaço semelhante. Em alguns casos, inchaço na perna está relacionado com o uso de certos medicamentos – tais como cortisona, pílulas anticoncepcionais e outros hormônios.

A primeira coisa a fazer quando você percebe um inchaço persistente das pernas é verificar com seu médico. Ele pode determinar se a condição está relacionada com uma doença mais generalizada que deve ser tratada.

Restrição dietética, por exemplo, ou medicação que ajude na excreção de urina, muitas vezes, contrariam a retenção de fluidos e, assim, reduzem o inchaço da perna. Se o médico achar que o inchaço é um efeito colateral dos medicamentos que está tomando, ele pode querer modificar a sua dosagem.

Depois de ter sido assegurado que o inchaço nas pernas não é sintoma de um problema de saúde mais abrangente, é necessário seguir as práticas que podem prevenir ou reduzir o inchaço.

Como reduzir o inchaço nas pernas:

Não fique sentado ou em pé em uma mesma posição por períodos prolongados; movimente-se para manter seu sangue circulando.

Se você tem um trabalho sedentário, tire alguns minutos longe de sua mesa durante o dia para se levantar, esticar as pernas e andar um pouco. Quando sentado, eleve as pernas de vez em quando, mesmo se for apenas alguns centímetros.

Durante uma viagem longa de carro, pare a cada poucas horas e andar por alguns minutes. Em uma viagem de avião, ande pelo corredor algumas vezes para se manter ativo.

Algumas pessoas pensam que o uso de meias elásticas curam pernas inchadas. Isso não é verdade, elas, porém, aliviam o inchaço e podem ser usadas, a menos que seu médico especificamente diga que não.