Como tratar gordura no figado

Como tratar gordura no figadoA vida sedentária nos traz uma gama de novas doenças e complicações de saúde.
A alimentação inadequada e a baixa queima de calorias faz com que o corpo acumule mais gordura do que necessita, podendo ocasionar prejuízos diretos a orgãos vitais, como no figado.

A esteatose hepática, ou simplesmente acumulo de gordura no fígado,  é ocasionada pela má alimentação , como uma dieta rica em gordura, o consumo excessivo e regular de álcool, o uso de alguns medicamentos (que, de acordo com a sua composição e ação, podem estimular o acúmulo de gordura no órgão) e até certas infecções, inclusive às associadas aos vírus das hepatites B e C. Pode parecer simples mas se não tiver os devidos cuidados a esteatose pode evoluir para cirrose hepática e pode se tornar fatal.

Para combater a esteatose hepática é necessária a mudança de hábitos que ocasionam diretamente a doença: se é o alto consumo de gorduras, diminuir; se é a ingestão de bebidas alcoolicas, abster; e fazer atividades fisicas regulares. Tudo mediante acompanhamento médico, exames e intervenções medicamentosas se necessário.

Se você já está com esse problema, siga as dicas abaixo e melhore sua saúde:

1 – Diminua o consumo de carboidratos: eles são os grandes vilões da história, pois se transforma em açúcar e gordura rapidamente no organismo. Isso não significa que precisa ser cortado definitivamente da dieta, mas que pães e massas devem ser ingeridos com moderação e restrição.

2 – Cuidado com as gorduras saturadas e trans: se o seu figado já está cheio de gordura não convém sobrecarrega-lo ainda mais.  Se possivel corte da alimentação as carnes vermelhas, manteigas, margarinas, frituras e biscoitos industrializados. Todos esses alimentos são carregados de calorias vazias e trazem apenas mais gordura para o corpo fazendo você e o seu figado engordarem.

3 – Adicione fibras a sua dieta: fibras são forte aliadas no equilibrio do corpo e eliminação de gordura.  A aveia, o farelo de trigo, as massas integrais, as frutas e verduras são fundamentais no processo de emagrecimento do figado. Sejam in natura ou em receitas enriquecem a alimentação de forma benéfica a todo o organismo.

4 – Aposte nas gorduras do bem: sim, existem gorduras que podem (e devem!) ser ingeridas, como as encontradas no salmão, sardinha, atum, azeita de oliva extra virgem e nozes. Elas auxiliam no bom funcionamento do corpo e  ajudam o figado a emagrecer.

5 – Conte com a ajuda dos antioxidantes: são encontrados nas frutas e verduras e ajudam a limpar e renovar o organismo.

6 – Evite o consumo de bebidas alcoolicas: pelo menos enquanto a inflamação não regredir se abstenha do alcool.

7 – Procure emagrecer de forma saúdavel: com um bom acompanhamento nutricional busque uma reeducação alimentar para um emagrecimento gradativo, saúdavel e definitivo.

 

Com esses cuidados você terá um figado e um corpo saúdavel!