Como Surgiu a Arte

Como Surgiu a ArteA arte é a mais bela forma de expressão humana, por meio dela dizemos o que estamos sentindo, qual opinião temos sobre um determinado assunto, quais nossos valores e conceitos, como enxergamos o mundo, qual é nossa história, etc.

Se a arte é uma forma de expressão humana, ela pode manifestar-se por diferentes meios sensitivos, isto é, que podem ser acessados pelos cinco sentidos.

Segundo Aristóteles, a arte só chega à nossa alma se passar pelos nossos sentidos: audição, olfato, paladar, tato e visão. Sob este ponto de vista a música, a pintura, a escultura, a dança, a poesia, a literatura ou mesmo uma comida ou cheiro podem ser arte se expressarem o humano. Isso dá a arte uma abertura e flexibilidade incríveis! Assim como as variadas possibilidades de criação que se abrem para nós.

A história da humanidade demonstra isso, quando os seres humanos tinham poucos materiais e técnicas disponíveis usamos o que tínhamos à mão, é o caso das pinturas rupestres, por exemplo. Vou citar neste artigo alguns momentos da arte para complementação:

Pré-história: Os homens pintavam as paredes das cavernas com sua rotina, temos portanto, imagens de caça, de famílias, de guerra.

Antiguidade Clássica: O helenismo que deu ao mundo belíssimas peças de arte como templos, esculturas de deuses e deusas, vasos e materiais sagrados. A arte tinha grande ligação com a religião.

Renascimento: No qual se resgataram os valores da antiguidade clássica, como o equilíbrio e as formas perfeitas. São deste período Leonardo da Vinci e Michelangelo.

A arte expressava portanto, uma concepção de mundo e do belo.

Indígena e tribal: Normalmente são peças artesanais utilitárias como vasos, panelas, potes, tampas mas que são decoradas com cenas e rituais cotidianos às tribos.

Contempôranea:Marcada pela não linearidade, pela desconstrução, pela descontinuidade, definida mais pelo não é do que pelo que é.

Expressa a concepção do homem moderno, fragmentado, perdido, que vive num mundo dominado pelo capital e pela alienação, confuso e perturbado que ao ser visto tão de perto perde a nitidez, daí advém as imagens desfocadas e os rostos disformes e embaralhados, por exemplo.

Se a arte é a forma que o homem usou e usa para se expressar, então ele existe desde que a humanidade surgiu, pois todos sentimos esta necessidade.