Como Saber Quando Operar os Olhos

Como Saber Quando Operar os OlhosA miopia é uma disfunção visual que atinge aproximadamente 16 milhões de brasileiros, está entre uma das mais comuns formas de problemas de vista. A sua principal característica é o uso de óculos, o que alguns casos pode acarretar numa característica visual marcada pelos terríveis “óculos fundo de garrafa”. Em muitos dos casos, onde o grau é até 5, a miopia a lente dos óculos é até razoável. Após 6 graus a lente começa já começa aparenta grossuras irremediáveis. Uma solução comum é o uso de lentes de contato, bastante comum nos dias de hoje, entretanto, uma medida cada vez mais freqüente nos dias de hoje é a cirurgia de correção de miopia. Nesse post você vai algumas dicas de como saber quando operar a visão.

1. Procure ajuda médica. Consultar um oftalmologista é o primeiro passo.  Ele passará uma série de exames fundamentais para determinar a saúde do seu olho. É importante que o profissional da área lhe informe as condições para a cirurgia. Alguns pontos são necessários para saber se você tem as condições de saúde ocular perfeitamente aceitáveis para operar a vista. O primeiro é er mais de 21 anos e grau estabilizado. A explicação é clinica: a partir dos 21 anos de idade o grau começa estabilizar. De nada adiantaria operar a vista com um grau instável, uma vez que poderia continuar aumentando.

2. Exames necessários. Exame de fundo de olho. É um exame simples que mede a espessura da sua córnea. Ele fundamental e comumente exigido antes do processo operatório. Sua função é determinada especificamente a grossura de sua córnea. Córneas finas não são aconselhadas a fazer a cirurgia, por uma explicação simples: a cirurgia de correção ocular consiste na redução a laser da espessura de sua córnea, fazendo que a imagem se adapte a curvatura correta do seu olho (a miopia é a formação irregular da imagem em relação ao fundo do olho: a córnea).

3. PRK e Lasik. São as duas cirurgias mais comuns e seguras de correção de miopia. A PRK foi a primeira cirurgia e bastante comum na década 90. Hoje em dia está voltando a ser a primeira opção dos cirurgiões, pois o método é bastante simples, embora o período de recuperação mais demorado, consiste em: na remoção dos epitélios para a passagem do laser. Na cirurgia Lasik, bastante comum nos dias de hoje, consiste num corte da córnea onde a passagem do laser e o resultado e pós-operatório é mais simples e rápido. Em ambas as modalidades, quem vai decidir isso é seu médico.