Como Revender Roupas

Como Revender RoupasA revenda de roupas é uma atividade exercida por muitas pessoas, é possível obter bons lucros com a revenda, mas ela deve ser bem organizada e estruturada para dar certo.

Neste artigo vamos dar algumas dicas sobre como revender roupas, e quem sabe, começar a trabalhar sem patrão.

1. Compra

Para obter bons dividendos nas suas vendas e não ouvir reclamações é preciso adquirir peças de boa qualidade e com bom preço.

Um dos locais mais visitados pelos sacoleiros é o Brás e o Bom Retiro, ambos na cidade de São Paulo. A vantagem é bem clara, as roupas têm um custo abaixo da média, boa qualidade e comprando no atacado os descontos são ainda maiores.

Pessoas de todo o Brasil dirigem-se a estes polos de compras para revender as peças, caso você não possa sair da sua cidade para comprar roupas nestes bairros informe-se sobre boas lojas na sua região para adquirir peças, mas evite comprar roupas de camelôs, pois não será possível trocar uma peça com defeito por exemplo.

2. O que comprar

Compre peças que têm boa saída e são acessíveis, por exemplo:

No verão compre shorts, saias e vestidos mais leves para as mulheres e bermudas, camisetas e regatas para os homens.

No inverno compre casacos, agasalhos, calças e jaquetas.

Lembre-se, nem todos tem o mesmo corpo, por isso jamais compre peças com apenas uma numeração, quanto maior a variedade de tamanhos, maior será sua carteira de clientes.

Com relação à moda, você tem duas opções:

Seguir as tendências ou não, há pessoas que seguem a moda e estão sempre ligadas nas tendências, já outras que não ligam para o que está passando nas passarelas e isso pode influenciar suas vendas.

Porém uma coisa é certa, se você adquirir peças mais exclusivas e diferenciadas (estampas, tecidos, aplicações e detalhes) pode conquistar um público mais seleto e que se dispõe a pagar mais por elas.

3. Venda

Se você já é bem conhecido no bairro onde mora, pode sair por aí oferecendo suas peças, caso contrário, ofereça para pessoas mais próximas como o pessoal do trabalho e da escola, peça para que todos ajudem a divulgar seu trabalho, o boca a boca ainda é um ótimo marketing.

Investir nas redes sociais também pode ser uma boa ideia, crie um perfil apenas para vender e tire fotos das peças oferecidas.

Sempre tenha um caderno de anotações à mão para anotar quem comprou o que e o quanto foi pago, para o pessoal do trabalho,da escola e vizinhos, é possível arriscar e vender à prazo, mas só faça isso se você tiver certeza da honestidade dos compradores.

Após as vendas, faça uma contagem do seu estoque e verifique quais peças devem ser repostas, quais não saíram muito e quais foram as mais pedidas, dessa forma é mais fácil conhecer sua clientela e em que investir.

4. Lucros

Determinar a margem de lucro não é uma questão fácil, vamos dar uma ajudinha:

Some os valores gastos com as roupas, passagens para buscar as peças, gastos com sacolas e embalagens para presentes, o total gasto corresponde ao custo das compras.

A este valor, acresça a porcentagem de lucro, por exemplo, 25%.

Acresça este valor ao custo e pronto, você estará demarcando um valor de revenda.

Exemplo: 200 reais em 10 calças jeans + 10 reais gastos no transporte + 10 reais em sacolas = 220 reais (custo) + 25% de lucro (55 reais) = 275 reais.

Cada calça deverá ser vendida por 27,50 reais.