Como Não Ser Escolhido Para Servir no Exército

Como Não Ser Escolhido Para Servir no ExércitoTodo mundo não vê a hora de completar 18 anos e atingir, enfim, a maioridade. Poder beber legalmente e tirar a carta de motorista é o desejo de nove em cada dez pessoas. Porém juntamente com tudo isso vem um dever que atormenta o sonho de muitos rapazes: o alistamento militar.

Apesar de o alistamento ser obrigatório por constituição, são poucos que são escolhidos para seguir os ensinamentos militares. Lembrando que, ao se alistar, todo jovem deve responder se deseja ou não seguir com a junta militar, e isso, no final das contas, tem um grande grau de importância, pois os oficiais brasileiros levam em consideração a vontade dos demais compatriotas.

Entretanto, apenas isso pode não ser suficiente para livrar um jovem do serviço militar. Algumas atitudes podem fazer com que um jovem  não seja escolhido. Durante esse artigo listaremos cinco dicas que, provavelmente, ajudarão os jovens a passarem ilesos por essa fase tão “assustadoramente preocupante” na vida de um homem.

1. Demonstre indiferença. Sentar no fundo da sala e de maneira desleixada pode contribuir para que você não seja um dos escolhidos.

2. Barba por fazer. É conhecido que, para seguir a carreira no exercito, é necessário ter a barba bem feita, portanto, deixá-la por fazer pode ser um trunfo para não ser um selecionado.

3. Converse muito. Utilizar o tempo de espera para conversar com os outros pode ser uma bela saída. Essa tática pode ser bem útil, uma vez que, pode incomodar os outros no ambiente.

4. Roupas amassadas. Outro caminho que pode ser seguido para alcançar o objetivo é utilizar vestimentas em mal estado. Roupas amassados e com pequenos rasgos demonstram a falta de interesse do jovem com a situação, o que pode incomodar os oficiais que primam por uma vestimenta em estado impecável.

5. Demonstre cansaço. Essa deve ser a melhor das opções para uma possível dispensa. Suspirar, espreguiçar e bocejar são artimanhas conhecidas e muito utilizadas por grande parte dos homens. Ao fazer isso, o candidato demonstra a falta de paciência ou um possível cansaço o que, provavelmente, acarretará na sua dispensa do serviço.