Como Montar uma Pastelaria

Como Montar uma PastelariaAbrir um negócio é sempre um desafio, no Brasil muitas novas empresas vão a falência antes de completar 1 ano de existência devido à falta de planejamento ou à escolhas erradas feitas logo no início do empreendimento, mas que vão refletir por muito tempo.

Algumas variáveis devem ser levadas em consideração: os equipamentos necessários, a localização do negócio, as matérias-primas e fornecedores, a necessidade ou não de contratação de funcionários, todas devem ser pensadas com antecedência para que a acumulação inicial de capital seja suficiente para cobri-las.

É importante lembrar que nos primeiros meses a pastelaria não gerará lucros líquidos, todo valor arrecadado será absorvido pelo próprio empreendimento. Sendo assim, você deve se programar para reservar um valor para cobrir suas despesas pessoais, como moradia, alimentação e vestuário.  Só será possível viver dos lucros quando a pastelaria atingir um nível de estabilidade.

Equipamentos:

Balcão refrigerado, fogão, freezer, cilindro para massas, batedeira industrial, bancada para preparar massas, fritadeira elétrica (opcional), utensílios de cozinha como escumadeiras, colheres, garfos, guardanapos, pratos e estufa para exposição de salgadinhos, mesas e cadeiras.

Matérias-primas:

Para preparação da massa e recheios, tais como farinha de trigo, óleo, sal, ovos, queijo, carne, tomates, cebolas, presunto, palmito, camarão, carne-seca. Os ingredientes vão variar de acordo com os sabores oferecidos pelo estabelecimento.

Não se esqueça dos acompanhamentos e molhos como vinagretes, molho de pimenta, mostarda, ketchup, maionese e bebidas como refrigerantes, cervejas, sucos e água.

Localização do negócio:

Os melhores locais para abrir uma pastelaria são locais movimentados, pontos de ônibus, escolas, faculdades e empresas são bons pontos para o comércio.

O público consumidor de pastéis é muito variado, homens, mulheres e crianças adoram comer esta delícia. Em algumas cidades como São Paulo o pastel é quase um prato típico.

Funcionários:

Para melhor andamento do negócio você precisará de alguém para cuidar do caixa, outra pessoa para fritar os pastéis e mais um funcionário para servir os clientes (no mínimo).

Chamar pessoas da família pode ser uma boa ajuda na hora de começar um negócio, mas lembre-se que ninguém vai trabalhar de graça, não esqueça de por este custo no papel mas não ter surpresas desagradáveis.

Diversificando o negócio:

Uma forma de aumentar seus lucros é diversificar os produtos vendidos.

Porém cada produto vendido pede uma infra-estrutura própria, por exemplo, se você quiser vender sorvetes vai precisar de mais freezers.