Como Montar uma ONG

Como Montar uma ONGMuitas pessoas perguntam-se como abrir um ONG em prol de uma causa justa e digna, para encontrar essas resposta pesquisamos sobre o assunto e encontramos informações preciosas no site do Sebrae (www.sebrae.com.br) e vamos repassá-las a você, leitor do Como Fazer e aspirante a ser presidente de uma Organização Não Governamental.

Para abrir uma ONG é preciso que haja interesses comuns do grupo, disposto a formar uma entidade legalizada, sem fins lucrativos
Uma Organização Não Governamental (ONG) é definida como uma entidade sem fins lucrativos e que não está vinculada a nenhum órgão do governo.
Qualquer pessoa pode abrir uma ONG, mas, para saber lidar com os ritos burocráticos existentes ao logo do caminho, é recomendável contratar um profissional, neste caso um advogado.
No entanto, ao final do processo, será também necessário ter de procurar um escritório de contabilidade para executar serviços pertinentes a este profissional.
Quem deseja abrir uma ONG tem objetivos claros em mente: geralmente deseja cuidar de certos setores sociais ou ambientais. Antes de criar uma ONG, o grupo deve estipular as metas que querem alcançar e como isso será feito.
A criação de uma ONG só faz sentido se ela é consequência de uma mobilização social que já existe. E a sua concepção começa com o interesse de um grupo com objetivos comuns, disposto a formar uma entidade legalizada, sem fins lucrativos.
Os primeiros passos a seguir
1. Precisa de uma ATA DE CONSTITUIÇÃO escrita a partir de uma assembleia de membros ou sócia;
2. Um Estatuto aprovado em assembleia pelos membros e assinado por um advogado;
3. Registro no Cartório de Pessoas Jurídicas da Ata de Constituição, do Estatuto, dos membros do Conselho Diretor e Conselho Fiscal;
4. Após registro no Cartório, portando a documentação registrada, dirigir ao órgão da Fazenda para o registro do Cadastro na Receita Federal e receber o CNPJ.
5. Isto é tudo. Porém, caso a ONG preste serviços ou tenha atividades comerciais sem fins lucrativos, precisa ser registrada nos órgãos estaduais para poder emitir Notas Fiscais isentas de impostos, celebrar contratos com outros organismos públicos e privados etc.
6. O contabilista atua auxiliando nas responsabilidades fiscais geradas pelas atividades consequentes tais como pró-labore e pagamento de funcionários (departamento de pessoal), Nota Fiscal e impostos recolhidos. Os serviços contábeis podem ter custo zero ou preço simbólico de acordo com a atuação e finalidade de uma ONG.
7. As ONGs são isentas de Imposto de Renda, porém precisam declarar o IRPJ como entidade isenta.
Uma ONG deve atender alguns requisitos:
1. Empresa sem fins lucrativos, melhor dizer, uma ENTIDADE JURÍDICA sem fins lucrativos;
2. Ter uma finalidade;
3. Ser Pública ou Privada;
4. Gerida por Estatuto e assembleias Geral e Ordinárias;
5. Possuir um número mínimo de sócios ou membros;
6. Possuir, obrigatoriamente, um Conselho Diretor e um Conselho Fiscal.