Como Montar uma Academia

Como Montar uma AcademiaCom o verão se aproximando, o calor chegando e as praias e clubes enchendo, o espelho se torna um grande inimigo das pessoas, pois revelam as gordurinhas acumuladas durante o ano. O que fazer? Entrar em uma academia e se preparar para a estação mais quente do ano. Assim, montar uma academia se tornou um negócio muito rentável no Brasil, que já é considerado o 2º no mundo, em número de academias. Outro fator que contribui para esses dados é o aumento da expectativa do brasileiro e mais gente preocupada com a saúde. A principal recomendação dos médicos é a prática de exercícios, logo, nos grandes centros urbanos, muitas pessoas correm para as academias para manterem a saúde física.

Mas como montar uma academia?

1. Faça um curso de empreendedorismo ou específico para essa área, se você não é empresário e está entrando nesse ramo agora. O SEBRAE possui ótimos cursos, alguns online e gratuito que podem te ajudar a montar sua academia.
2. Faça um projeto, coloque por escrito tudo o que você pensa em fazer e em colocar na sua academia. Isso vai desde o local, número de funcionários, aulas que terão, os equipamentos necessários, decoração e claro o orçamento de tudo isso. Você precisa ter noção de tudo o que vai ser gasto, para isso tem que ter noção de tudo o que quer que seja feito.
3. Escolha o local. O que é importantíssimo para o seu sucesso ou fracasso. Vários fatores permeiam a escolha do local, entre eles:

  • Pensar o público a qual se destina a academia, pois um bairro de classe A, exige uma academia mais sofisticada, o que aumenta muito o investimento. As classes mais baixas exigem outros fatores como centros comerciais ao redor, escolas, condomínios, pontos de ônibus ou locais de fácil acesso e se o local escolhido tem um bom estacionamento ou locais ao redor para estacionar. Conheça bem o seu público!
  • Certifique se há concorrência ao redor do seu estabelecimento. Se você for enfrentar uma grande franquia de academias, seu investimentos será muito maior. O melhor é escolher um local onde não há um déficit no atendimento às pessoas.

4. Faça o investimento e alugue ou compre o imóvel. Estima-se que o mínimo para se abrir uma academia seja 60 mil reais, onde grande parte esse dinheiro seja destinada a compra de equipamento. Claro, o valor aumenta ou diminui de acordo com a localização e o público em potencial a quem se destina a academia. Outros gastos possíveis serão com a legalização do seu negócio, aluguéis e reformas no estabelecimento.

Este deve ser grande o suficiente para atender ao que foi planejado no projeto. Mas independente de seus planos, você vai precisar de algumas áreas indispensáveis como uma recepção, vestiários masculino e um feminino, uma sala de avaliação ou um departamento médico, uma área para alongamento e aquecimento e uma área para musculação com os aparelhos. Outras salas serão necessárias de acordo com as atividades que terão na sua academia, como por exemplo, aulas de ginástica, lutas, spinning, jump, dança, natação, entre outros.

5. Compre os equipamentos. Para isso pesquise muito, pois metade do seu investimento será gasto nos equipamentos e quando se fala de equipamento, não falamos apenas dos aparelhos, mas também de colchonetes, halteres, anilhas, aparelhos usados na avaliação, ar-condicionado ou ventiladores, espelhos, telefone e tudo mais que será necessário. Os aparelhos devem ser comprados sempre em lojas especializadas, mas uma boa dica é contatar o fabricante, possivelmente você conseguirá um desconto na compra. Os principais equipamentos usados nas academias são: Esteiras, Pull Over, Máquina de Adução e de Abdução, Máquina Abdominal, Bicicleta Ergométrica, Peitoral Dorsal, Pec-Deck, Máquina flexora, Barras, Step, etc.

6. Legalize sua academia. Entre em contato com o Conselho Regional de Educação Física para registrar seu estabelecimento, assim como leia o CONFEF e o Código de Ética dos Profissionais de Educação Física para não haver problemas posteriormente.

Para registrar o imóvel, deve-se ir a um cartório de registro de pessoa jurídica e levar a documentação, esta varia de estado para estado, então entre em contato com o cartório e veja o que é necessário. Entretanto os documentos básicos que são regularmente exigidos é a cópia do RG e CPF, o contrato social, o requerimento padrão, a Ficha de Cadastro Nacional e as taxas pagas através de DARF. Em caso de dúvidas, peça ajuda a um profissional.

7. Contrate os funcionários. Como já falado, o número de funcionários irá depender das atividades que terá na sua academia, porém todos os professores devem ser formados em Educação Física. Você também vai precisar de um médico ou fisioterapeuta para realizar as avaliações médicas, um recepcionista, faxineiros, etc.

8. Faça uma boa divulgação, propaganda é a alma do negócio.