Como Mentir Bem

Como Mentir BemÀs vezes, a sinceridade e uma citação direta pode ser muito prejudicial. Aliás, ser sincero em algumas ocasiões, é até considerado um defeito. Vamos supor que uma amiga sua que se matriculou na academia, e ela tem treinado durante 3 meses. Ela lhe pergunta se você notou alguma diferença no corpo dela, e no seu ponto de vista, ela continua com o mesmo corpo. Você seria sincero ao ponto de desmotivar a sua amiga? Ou até mesmo algum tio, que perdeu o dente da frente, você não chegaria para ele e falaria o quão feio ele está aparentemente, não é? Muita das vezes não conseguimos lidar com as mentiras. Não que a mentira seja uma prática aprovada pela sociedade, mas às vezes nos sentimos tão sem saída que  só resta apelar para uma mentira sincera.

Às vezes, mesmo que não tragam boas consequências, mentir é o melhor caminho para evitar estresses e problemas emocionais. Por isso, quando for preciso, você precisa saber mentir bem.

1.  Seja firme na sua resposta. Toda vez que alguém vier lhe perguntar sobre alguma atitude sua, ou algum fato que ocorreu com o seu nome, ou sobre alguma coisa da qual você se envergonha, mantenha sempre a resposta afiada na ponta da língua. Seja sempre positivo na resposta e, principalmente, tente acreditar na própria mentira. Diga sempre com frequência a mesma resposta, o mesmo argumento. Tenha sempre isso em mente.  As pessoas acabam se convencendo de que você está dizendo a verdade. E claro, saiba formular bem a sua mentira para não dá pistas de nada.

2. Tenha ótimos argumentos. É claro que para saber enganar uma pessoa, você terá que ser uma pessoa totalmente eficiente nessa área de mentiras. Precisará se concentrar, manter a calma para não se embolar em qualquer coisa que for dizer e pensar muito no que vai falar. É sempre bom saber também que, para ter bons argumentos para inverter uma situação de verdade e mentira, é necessário conhecer as características do sujeito que você está discutindo. Porque se ele for esperto o suficiente para entender que você está mentindo, todo o esforço e suor não irá valer de nada. Discuta, sempre posicione a sua concepção e aperte a mesma tecla até que o sujeito se canse e se convence que a verdade está ao seu lado. E aí, a mentira estará formada.

3. Olhe nos olhos da pessoa. Todo mundo sabe que qualquer desvio de olhar em um assunto sério, acaba despertando suspeitas seríssimas. Olhar para baixo e para cima, para os lados e para qualquer direção que desvie o olhares é arriscado demais. Esteja sempre com a cabeça reta e olhando no fundo dos olhos do sujeito. Evite lembrar de qualquer coisa para não se desconcentrar em seu momento. Não se deixe levar por pensamentos que façam você rir, porque será caminho dado para ele desconfiar ainda mais da sua verdade. Olho no olho é o suficiente para que a mentira seja mais confundida com a verdade.

4. Evite ficar se justificando. Às vezes o problema está em seu excesso de palavras. Excesso de justificativas. Muitas palavras jogadas fora pode ser prejudicial para si mesmo. Evite se explicar com muita frequência para não da pistas de que você está tentando convencer alguém de algo. Só dê explicações quando lhe questionarem. Falar demais soa como desespero.

5. Seja cínico. Uma dose de sarcasmo e uma gota de ironia não faz mal a ninguém, certo? Fazer um teatro sempre que alguém vier falando de uma situação da qual você não se vê na obrigação de ser sincero é muito prático. Só você inverter as palavras do sujeito que estiver na dúvida sobre o seu caráter. Ironia faz bem para a alma, alimenta o seu senso de humor e tranquiliza você de um problema terrível. Seja cínico!