Como Investir na Poupança

Como Investir na PoupançaAbrir uma poupança é muito fácil, além de poder ser aberta por qualquer pessoa, até se estiver com restrições no SPC/Serasa poderá abrir a sua. Tudo que precisa fazer é ir até uma agência bancária e falar com um gerente. Escolha um banco de sua confiança. Os documentos necessários são RG, CPF e comprovante de residência. Outra vantagem da poupança é que além de juntar dinheiro, poderá tirá-lo a qualquer momento. Alguns bancos exigem um depósito inicial e outros não. Informe-se. A seguir veja algumas dicas de Como Investir na Poupança.

  1.  Rendimento. É a aplicação que menos rende. Seu rendimento é mensal, sendo os valores atualizados sempre na data de abertura ou de sua preferência. A porcentagem de rendimento é de 0,5% ao mês em relação ao total depositado segundo o Banco Central e mais uma pequena porcentagem da Taxa Referencial (TR).
  2. Riscos. A única garantia da poupança é a de poder juntar dinheiro. E um dos problemas é a do banco, em que investiu, falir. Mas o Fundo Garantidor de Crédito devolve esse dinheiro no caso do banco vir a ‘quebrar’. O órgão devolve até R$ 60 mil. Então, caso tenha R$ 40 mil irá recuperar. Porém, se tiver R$ 100 mil perderá R$ 40 mil.  Já a Caixa Econômica Federal, devolve tudo.
  3. Taxas. A única taxa que o banco cobra é a de caso venha a fazer transferência de uma conta para outra. E fazer mais de dois saques por mês também pode cobrar taxas. O dinheiro pode ser tirado a qualquer momento e a poupança encerrada no momento que quiser.
  4. Garantias. Com uma poupança você pode juntar dinheiro, que nunca desvalorizará. Serve para planejamentos em longo prazo. Caso queira comprar um carro, apartamento ou garantir uma quantia para os estudos, a poupança é ideal.