Como Funciona Banco de Horas

Como Funciona Banco de Horas O banco de horas é uma dúvida que paira na cabeça das pessoas. Afinal, como é que funciona o banco de horas? Ele é como uma forma de pagamento, só que ao invés de ser pago em dinheiro, é pago em horas. Você precisa saber o quanto de horas você tem para poder reivindicar as suas horas a mais. Mas, o processo do banco de horas, em um geral, é muito simples. Não tem segredos e é um direito que você pode pedir a qualquer momento. Mas, lembre-se de avisar os seus superiores.

1. Só pode com autorização do sindicato. Para usar o seu banco de horas, você precisa uma autorização do sindicato, em comum acordo, prevendo as regras desta compensação, que não será financeira.

2. Saiba quantas horas você tem para reivindicar. Procure saber quantas horas extras você tem. Se não quiser isto em pagamento no final do mês ou em outra oportunidade, peça que você tenha alguns dias ou algumas horas de folga. Por exemplo: se você tem 16 horas extras para pedir, você pode dividir isso entre um dia e mais algumas horas do outro dia. Se a sua jornada de trabalho for de oito horas, você poderá pedir dois dias de folga. Ou se preferir, somente um e sair mais cedo durante os outros dias. Isso ficará a sua escolha. Mas, lembre-se sempre de comunicar a sua empresa o porquê você está saindo mais cedo. Fale que é por causa das horas extras que você tem, que estará tudo bem, pois é um direito que você tem, segundo uma lei criada em 1998.

O banco de horas é muito simples. Você só precisa saber quantas horas a mais você tem para poder escolher o que irá fazer com elas. Mas, como já foi dito, não pare de trabalhar por achar que como você tem essas horas extras, você pode deixar de ir quando desejar. Avise primeiramente, para depois, se a empresa concordar, você faltar e pegar as horas que você tem de direito. Se eles não concordarem em dar seus dias de folga, eles terão que pagá-las no final do mês junto com o seu salário.