Como Funciona a Pilha

Como Funciona a PilhaA pilha por muitos e muitos anos a sensação dos aparelhos eletrônicos nos anos 70 em diante. A pilha naquela época era sinônimo de liberdade, pois assim era possível ligar rádios, aparelhos de toca-fita, televisões – apesar de usar muitas pilhas de uma só vez – sem usar a energia elétrica, ou carregá-los pelas ruas funcionando.

Hoje, com o surgimento e a popularização das baterias, parece que as pilhas caíram em desuso. Mas se você pensar, muitas coisas ainda dependem dela para funcionar, como o relógio de parede ou o controle remoto.

Mas afinal, como funciona a pilha, capaz de mover o mundo todo a atrás delas para colocá-las nos seus aparelhos?

1. A pilha é um dispositivo que converte energia química em eletricidade. Quando se conecta a qualquer um de seus aparelhos favoritos que funcionam graças à energia proporcionada por uma pilha, esta última completa o circuito e sua energia alimenta o aparelho. A maioria das pilhas comuns de uso doméstico é composta de dois terminais:

Positivo (+): Formado por algo chamado cátodo.

Negativo (-): Formado por algo chamado anodo.

2. Quando se conecta a pilha a um dispositivo, os elétrons fluem do terminal negativo ao positivo, e se produz uma corrente. Assim a energia armazenada na pilha se utiliza para alimentar seu dispositivo.

3. Atualmente, se utilizam muitos tipos de pilha diferentes, mas a maioria utiliza os mesmos componentes acima citados. As pilhas de íon de lítio geralmente alimentam dispositivos como seu telefone móvel ou seu computador portátil. As pilhas de célula cilíndrica, que podem ser compostas por distintos ingredientes ou químicas, são mais comumente utilizadas em controles remotos, brinquedos e muitos outros dispositivos. Os dois tipos de pilha de célula cilíndricas mais comuns são: zinco-carvão e alcalinas.

Agora você já sabe como funciona uma pilha. É simples e com certeza foi uma grande invenção para o mundo todo.