Como Fazer uma Reeducação Alimentar

Como Fazer uma Reeducação AlimentarQuando ouvimos sobre reeducação alimentar, a maior parte das pessoas pensa que é sinônimo de virar escravo da balança e só ficar comendo salada. Quem imagina isso está totalmente errado. O que acontece é justamente o contrario e o nome já explica tudo: reeducação alimentar. É simplesmente reaprender a comer bem e com saúde.

Todo mundo pode comer aquele docinho fora de hora ou aquele salgadinho a mais sem culpa. O problema são os excessos.

-Quando vamos iniciar uma reeducação alimentar, é preciso avaliar nosso histórico de hábitos e fazermos as seguintes perguntas:

-Quantas vezes você pulou uma ou mais refeições, achando que essa atitude ajudaria a enxugar alguns quilinhos a mais?

-Quantas vezes você jantou assistindo TV ou foi às compras de estômago vazio?

-Quanto tempo você leva para fazer uma refeição completa?

-Você mastiga devagar?

-Pausa o talher enquanto mastiga?

1. Respondendo para si próprio será possível definir os maus e bons hábitos e ter o maior sucesso possível no programa de emagrecimento. Faça lanches e refeições em horários fixos. Não fique beliscando na cozinha e comendo a qualquer momento. É preciso ter disciplina.

2. Um grande aliado na sua reeducação alimentar são os chicletes dietéticos. Eles nos ajudam a segurar o impulso por comida fora de hora e a evitar comermos diretamente da panela ou da travessa de servir.

3. Tenha consciência de que a televisão, a revista e até mesmo o telefone são os vilões da sua alimentação. Eles te distraem e você acaba não percebendo o quanto está comendo.

4. Além do mais, evite assistir televisão nos momentos em que acha que ficará com fome, pois de certo passará aquele comercial em que fará você lembrar-se da comida e sentir vontade de comer.

Maus hábitos corrigidos, procure pensar na qualidade da comida. Tente deixar o seu prato o mais colorido possível, com arroz, feijão, uma carne grelhada e uma bela salada com alface, agrião, tomates e pimentões. Coma de três em três horas, nunca se esquecendo de que o café da manhã, o almoço e o jantar são as refeições mais importantes do dia e devem ter atenção especial.