Como Fazer uma Instalação Elétrica Residencial

Como Fazer uma Instalação Elétrica ResidencialAs instruções a seguir são para quem está construindo a própria casa e contém todas as informações necessárias para o fácil entendimento e o projeto de uma instalação elétrica residencial. Vamos tentar passar os temas da forma mais simples e didática possível, como o cálculo do consumo, o dimensionamento dos condutores, os fusíveis entre outros.
Tenha muito cuidado ao tentar reproduzir o que for ensinado e somente o faça se estiver com todo o esquema de segurança organizado.

1. Informe-se qual a voltagem da rede pública da sua localidade. Se não souber a voltagem da sua região , consulte um eletricista ou dirija-se ao escritório local da fornecedora de energia de sua cidade para maiores esclarecimentos. Alguns municípios são exclusivamente em 220 volts e podem não ter o fio Neutro, isso varia de acordo com a concessionária. A eletricidade que chega à sua casa pode ser Monofásica (2 fios) ou Trifásica (3 fios). Os fios elétricos que entram normalmente em sua casa são chamados de Fase e Neutro e têm as seguintes voltagens entre si:

  • Monofásica: 1 Neutro e 1 Fase
  • Bifásica: 1 Neutro e 2 Fases

2. Teste a entrada de energia. O fio Neutro normalmente não tem voltagem, o que significa que ele não dá choque se você tocar nele. O fio Fase, ao contrário, é um fio com energia, e dessa forma, dá choque. Antes de tocar em qualquer fio, certifique-se de que não está passando energia por ele (use para isso uma lâmpada-teste de 220V). Com a lâmpada-teste você poderá verificar os fios em todos os pontos da instalação, sem correr o risco de levar choque.

3. Faça a instalação das caixas de luz e de distribuição. Antes de fazer a ligação na rede pública, é necessário que você tome algumas providências: A caixa de luz e a caixa de distribuição deverão ser instaladas por você. No caso da caixa de luz, a instalação deverá seguir as normas da concessionária. A caixa de luz deverá estar em local de fácil acesso para facilitar a leitura, e nela deverá ser instalado o relógio de luz, pela empresa responsável. Na caixa de distribuição, encontram-se as chaves com os fusíveis, de onde sairá a instalação elétrica de sua casa.

4. Defina os pontos de uso. Eles são os locais onde serão instaladas as lâmpadas e as tomadas. Desenhe a planta de sua casa, utilizando as folhas quadriculadas das páginas 20 e 21, estudando a melhor localização destes pontos, conforme as suas necessidades.

Como Fazer uma Instalação Elétrica Residencial

5. Faça a instalação adequadamente de acordo com a voltagem, observe os esquemas abaixo:

Como Fazer uma Instalação Elétrica Residencial

Como Fazer uma Instalação Elétrica Residencial

Lembre-se que o uso dos conduítes é essencial para a segurança da instalação.

6. Faça a instalação dos equipamentos. O fio Neutro deve estar sempre ligado à lâmpada, e o fio Fase ao interruptor. Esta medida evita que você tome choque quando for trocar a lâmpada, estando o interruptor desligados.

Como Fazer uma Instalação Elétrica Residencial

Como Fazer uma Instalação Elétrica ResidencialComo Fazer uma Instalação Elétrica Residencial

7. Verifique a potência elétrica das instalações. A potência ou “wattagem” é o valor que indica a capacidade de consumo de energia de cada aparelho elétrico. Geralmente, todo aparelho traz este valor impresso em W (watt).

Existem três cálculos de potência que devem ser feitos:

a) A potência total instalada. Potência total é a soma de todas as potências indicadas nas lâmpadas e em cada aparelho elétrico de sua casa.

b) A potência por circuito. A instalação elétrica é dividida em circuitos para que não haja sobrecarga na rede interna. A potência em cada circuito é a soma das potências indicadas nas lâmpadas e nos aparelhos elétricos ligadas a esse circuito.

c) A potência por fase. Nas instalações, você deverá equilibrar a soma das potências dos aparelhos elétricos ligados ao fio Fase 1, com os aparelhos elétricos ligados ao fio Fase 2.

Estes cálculos vão ajudar você a:

1.Escolher corretamente a seção (bitola) dos fios. A escolha correta dos fios evita acidentes futuros na instalação.
2. Determinar a arnperagern dos fusíveis. Ampêre (A) é a unidade de medida da corrente elétrica. Por isso, em cada fusível, vem marcado o valor de sua amperagem.
3. Manter o equilíbrio das fases. Isso é necessário para que uma das fases não fique mais sobrecarregada que a outra
4. Dimensionar corretamente a caixa de distribuição. Na caixa de distribuição, a rede elétrica será distribuída corretamente
em vários circuitos, como você verá depois.

8. Verifique se a instalação está correta. Ligue todos os aparelhos nos locais onde normalmente são utilizados. Desligue uma das chaves-fusíveis de distribuição e, em seguida, verifique quais os aparelhos que estão funcionando e quais os que não estão.

Dicas:

  • Instale a caixa de luz em lugar de fácil acesso tanto para você, quanto para o leiturista.
  • Outro aspecto importante é a questão da escolha do material. Procure materiais de boa qualidade, evitando reaproveitamentos ou compras em ferro-velho. Lembre-se: nesses casos, o barato acaba saindo mais caro. O importante é que você faça uma instalação segura e duradoura.
  • Procure uma cor especial (azul-claro,por exemplo) para identificar o fio Neutro, diferenciando-o do fio Fase (vermelho, por exemplo). Isso facilita muito a execução da instalação, desobrigando-o de fazer testes toda a vez que encontrar uma extremidade de fio.