Como Fazer Uma Árvore de Natal Com Garrafa Pet

Como Fazer Uma Árvore de Natal Com Garrafa PetNatal para quem é de natal e arte para quem tem o dom transformador de um artista! Já pensou em fazer uma árvore de natal artesanalmente usando material reciclável? Pois é assim você não só reutiliza um material reciclável como também evita gastar dinheiro comprando uma nova árvore para substituir aquela velha que você tem. E para fazer é muito fácil, nós do Como Fazer vamos ensinar passo a passo como montar a sua própria árvore de natal com garrafas pet, para isso basta seguir as dicas desta nova guia que nossa equipe preparou para você.

1.     Reuna o material necessário para fazer a árvore – Para esse artesanato você vai precisar de:

  • Garrafas pet – Preferencialmente aquelas de cor verde
  • Um cabo de vassouraOu qualquer galho que possa substituí-lo
  • Vela
  • Tesoura – Preferencialmente trabalhe com tesoura de ponta
  • Faca
  • Vaso com terra

2.     Corte o fundo da garrafa – Para ajuda-lo a fazer a sua árvore, é necessário que você corte o fundo da garrafa. Faça um pequeno furo com a ponta de uma faca e depois recorte, separando-os. A quantidade de garrafas vai depender, é claro, do tamanho que terá a sua árvore. Para uma árvore maior use mais garrafas, para árvores menores use menos.
3.     Corte as garrafas em tiras – Agora você vai ter de cortar as garrafas de baixo para cima, até mais ou menos onde a garrafa começa a afunilar. Corte tiras de mais ou menos dois centímetros de largura.
4.     Use o fogo para marcar as tiras – Você vai usar a vela para passar o fogo pelas tiras, marcando-as para dar um efeito. Se os lugares marcados ficarem muito pretos, você pode limpar com um pano.
5.     Finque o cabo de vassoura no vaso com terra – E ali você vai fixa-lo bem para que a base sustente seu peso e ele fique de pé. Daí então você deve colocar as garrafas nele, sempre de boca para baixo para dar um melhor efeito e como todas as garrafas devem ter tamanhos iguais, para dar um efeito mais realista você pode cortar as tiras de cima de modo que fiquem em tamanho real, com as “folhas” de baixo maiores que as de cima sempre.