Como Fazer um Roteiro

Como Fazer um RoteiroVocê é daquele tipo de pessoa que ama uma leitura mas que gostaria de expressar seus pensamentos e ainda não sabe como? Aprenda neste artigo alguns métodos para você criar seu próprio roteiro.

1. Crie uma premissa contendo cerca de 30 palavras no máximo com o conceito fundamental que dará a vida a seu roteiro.

2. Faça um resumo sobre a estória que você deseja criar. Você pode criar uma espécie de um “mapa” para a história, isto irá ajudá-lo a não deixar falhas na produção. Tal delineamento deve ser feito antes mesmo da criação dos diálogos e das cenas. Faça um plano geral e visualize como os eventos se ligam uns aos outros. Isto deve ser escrito na terceira pessoa.

3. Faça uma boa descrição de sua historia. Crie um esboço de sua peça contendo cenas com muito detalhe e ideias, sem se importar muito com o estilo, formato, repetição ou qualquer assunto que entre em seu fluxo criativo. Ao concluir seu produto você conseguirá designar personalidades, relações arcos de historias das personagens e o momento mais grandioso.

4. Você pode utilizar alguns desenhos ou diagramas para fazer um esboço temporário para mostras aos outros e demonstrar algumas facetas. Seus personagens devem conduzir a ação nos palcos ou na tela, então torne-os interessantes e inovadores. Pode não ser necessário desenvolvê-los totalmente nos estágios criativos iniciais. Normalmente, personagens tendem a criar “vida própria” durante a evolução do roteiro.

5. Faça uma revisão detalhada de sua historia e delete alguns aspectos desnecessários como: ligações fracas, detalhes irrelevantes, descrições longas demais, elementos maçantes, qualquer coisa que enfraqueça o desenrolar da história como um todo.

6. Transforme sua historia em um roteiro. Os aspectos do roteiro devem levar em consideração: a finalidade do roteiro (teatro, TV ou cinema); o país em que está sendo escrito. Use os elementos corretos para introduzir as cenas, identificar cada falante, etc.; muitas companhias de produção nem mesmo lerão o roteiro caso ele esteja mal formatado.

7.  Construa cada cena sem se esquecer dos detalhes importantes da cena, tais como: o cenário, a hora do dia, e as ações das personagens em tal momento. Estes são elementos tão importantes quanto os diálogos. Descreva brevemente as ações; forneça uma ideia do que está acontecendo na tela, mas deixe que o diretor cuide dos detalhes.

8. Mantenha um padrão entre as ações e diálogos. Certifique que seus personagens falem realisticamente, e tente não misturar estilos de fala e vocabulário caso não esteja buscando um efeito em particular. Considere comprar um programa de escrita de roteiros para essa fase do processo. Existem muitos programas que o guiarão através do processo de formatação. Alguns chegam ao ponto de conseguir converter um roteiro escrito no formato correto.

9. Os diálogos são o ponto chave das personagens e da historia. Os diálogos podem construir ou destruir personagens e suas relações. O pior disso é que a produção de diálogos é extremamente difícil para a maioria das pessoas. Para facilitar o processo, escreva ou grave conversas reais e veja como as pessoas conversam e que expressões usam. Verifique também as diferenças de vozes e entonações durante as falas, o que caracteriza ainda mais cada personagem.

10. Lapide sua obra visando sempre melhora-la. Não seja perfeccionista ao ponto de achar tudo ruim, nem pessimista ao ponto de achar que vai dar errado.

11. Finalize seu trabalho temporariamente e busque opiniões de pessoas próximas a você. Esteja aberto à criticas e verifique se há algo que possa ser mudado de acordo com as criticas. Não se permita se sentir insultado, controlado, entristecido ou enfurecido por críticas ou toques; são opiniões, e não fatos. Ria e seja entusiástico ao pedir ajuda e sugestões, mas pese cada crítica com seu próprio julgamento antes de implementar qualquer mudança.

12. Revise seu trabalho quantas vezes for preciso para finaliza-lo como uma brilhante obra de “Shakespeare”. Apesar de dar trabalho com certeza será muito gratificante ver sua obra concluída e bem encenada.