Como Fazer um Portfólio

Como Fazer um PortfólioA demanda por portfólios cresceu nos últimos anos, consolidando-se como uma espécie de currículo, tanto no âmbito profissional independente quanto de empresas. Mas o que é um portfólio? Em termos gerais, consiste em armazenar trabalhos em perfis portáteis: uma carta de apresentação profissional, contendo informações relevantes sobre trabalhos já realizados, projetos concretizados além de atividades em andamento. O portfólio é uma ferramenta bastante utilizada em áreas do design, música, fotografia, arquitetos, empresas entre outros. Através do portfólio, contratantes avaliam uma determinada trajetória de atuação profissional. Levando em consideração a breve exposição, fazer um portfólio pode ser um importante aliado na busca por uma vaga de emprego ou na venda de seus serviços.

1. Procure ser claro em relação aos seus dados – o primeiro passo é conseguir um domínio: endereço virtual que hospedará seu portfólio. Organize um breve histórico dos seus dados, uma espécie de resumo bem detalhado de sua trajetória profissional até então. Deixe claro suas informações como nome, idade, formação, experiência profissional, trabalhos já prestados. É fundamental a utilização da boa escrita e fluência na língua portuguesa. Faça um levantamento dos seus trabalhos a fim de selecionar os melhores realizados por você ou pela empresa, se for o caso. Deixe as imagens, fotos, textos e informações bem organizadas e estruturadas. Quanto mais fácil for o entendimento, mais rápido e interessante para o contratante.

2. Apresente seus melhores trabalhos – Embora não haja uma regra, você deve buscar uma ordenação de seus trabalhos. Você pode escolher entre os que considera como mais relevantes em sua área. Há quem prefira a idéia de evolução profissional, ou seja, a apresentação da evolução de seus trabalhos ao longo de sua vida na carreira. Nesse caso, não há uma necessidade de apresentar de imediato os melhores trabalhos, pois a idéia é justamente apresentar a gradativa mudança qualitativa em diferentes momentos da sua profissão.

3. Saiba seu público alvo – você deve ter conhecimento do seu potencial público, atirar para todos os lados pode ser dispendioso e pouco produtivo. Com o tempo de carreira, você provavelmente conseguirá identificar qual tipo de público é mais propicio a contratar o seu trabalho, o que não impede que você ofereça seus serviços a distintos campos de atuação profissional. Mas deverá dar conta de criar planos de serviços personalizados, atrativos para cada público alvo a qual se destina a trabalhar.

4. Crie ferramentas efetivas de divulgação – construído o portfólio, você deverá buscar mecanismos de divulgação para os seus serviços. Lembre-se que propagando é a alma do negócio, quanto mais distribuídas as informações sobre seus serviços, maior o alcance do seu trabalho. Crie ferramentas a seu favor: produza cartões, divulgue em listas de internet, em redes sociais como facebook, orkut, twitter, e-mails, fóruns de sua área de alimentação.