Como Fazer um Funeral

Como Fazer um FuneralO planejamento de um velório pode ser difícil quando você mesmo está de luto, mas também pode ser um último presente reconfortante para se dar a alguém querido que partiu. Algumas agências funerárias fazem a maior parte das ações necessárias, mas você sempre tem que fazer certas escolhas como cliente.

1. Fale com os membros da família. Discuta de que maneira será mais confortável neste momento de luto. Exibição públicas e funerais podem ser cansativos para alguns, enquanto outros podem se empenhar bastante para que tudo ocorra da melhor forma. Alguns dos enlutados podem preferir um serviço de pequeno e privado. Infelizmente, uma pessoa tem de assumir a responsabilidade e tentar agradar a todos.

2. Escolha o que vai acontecer, onde vai ser o evento, incluindo os convidados e o serviço a ser contratado. Se o falecido era um membro de uma religião específica, entre em contato com a instituição o mais rápido possível. Descubra possíveis datas e horários para que possa usar o espaço deles, se for o caso. Às vezes há uma pequena taxa para a utilização das instalações e, geralmente, um honorário para quem preside o funeral. O corpo pode já estar sob os cuidados de uma funerária, ou você pode precisar escolher uma. Não hesite em explorar as suas opções e peça a cada agente funerário para orientá-lo através dos serviços e facilidades que a empresa oferece.

3. Reúna-se com a pessoa que irá realizar o serviço. Algumas religiões têm rituais específicos para funerais, e outros irão permitir ou esperam que você contribua mais para o planejamento. A maioria dos serviços incluem algum tipo de leituras de textos religiosos ou de literatura que foi significativa para o falecido ou aos enlutados. Com a ajuda do líder religioso, considere quem mais gostaria de ler ou falar no funeral, formal ou informalmente. Seu trabalho será entrar em contato com as pessoas e solidificar planos.

4. Discuta se haverá uma homilia, um discurso formal ou ambos, e quem irá preparar e dizê-los. Os discursos mais significativos são geralmente feitos por aqueles que conheciam melhor o falecido, mas alguns membros religiosos são muito hábeis em formular rapidamente o que será mais reconfortante para você e os outros convidados. Muitos serviços também deixam o tempo aberto para os participantes para partilharem as suas memórias e sentimentos de improviso.

5. Considere um música para incluir. Este será o mais importante, se o falecido era um músico ou um amante de certo estilo ou cantor. A casa funerária geralmente pode fornecer qualquer música gravada que você gostaria, e alguns funerais incluem sons muito pouco tradicionais. Em uma casa de culto, você também pode ter os serviços de corais e músicos que fazem parte da congregação, ou algum dos enlutados pode contribuir desta forma. Se você usar um grupo musical, provavelmente também precisará pagar honorários para esses serviços, e pode haver protocolos para outra pessoa usar os instrumentos do grupo.

Dicas:

  • Ter um livro de visitas ao velório permite que todos os presentes deixem mensagens para a família e fornece-lhe uma lista de envio de agradecimento ou outras notas de acompanhamento depois.