Como Fazer um Balanço Patrimonial

Como Fazer um Balanço PatrimonialO balanço patrimonial é um relatório em que são demonstrados todos os patrimônios de uma empresa e sociedade.

Elas são obrigatórias por lei, e estão isentos apenas as pequenas empresas e os proprietários rurais. Cuidado para não confundir empresas de pequeno porte com pequenas empresas, estas são familiares e não possuem nenhum funcionário contratado.

O patrimônio de uma empresa é o conjunto de bens, direitos e obrigações que ela possui, portanto o balanço patrimonial demonstra no período em que foi feito, como anda a situação patrimonial da empresa.

Deve constar no balanço patrimonial todas as demonstrações contábeis da empresa: fluxo de caixa,demonstração das mutações no patrimônio líquido, demonstrações do resultado do exercício, demonstração de origens e aplicações de recursos, demostrações do valor adicionado e demostração dos lucros e prejuízos acumulados. Cada um dos demonstrativos devem ser explicados por notas que os acompanham.
A ideia de “balanço” está no equilíbrio entre os ativos (bens e direitos) e os passivos (obrigações da empresa).

A finalidade deste documento é analisar como anda a situação financeira de uma companhia. Deve conter:

No ativo:

É a relação de bens e direitos que podem virar dinheiro rapidamente, são divididos em circulantes, não-circulantes, à longo prazo e permanentes.

Por circulante pode-se entender: dinheiro em caixa, aplicações, estoques, contas bancárias, contas à receber , mercadorias, matérias-primas.

Por não-circulante pode-se entender: imóveis e investimentos à longo prazo, por exemplo.

Por ativos à longo prazo pode-se entender: bens que não poderão virar dinheiro em menos de 1 ano da data do balanço.

Por permanentes pode-se entender:bens que são fundamentais para o funcionamento da empresa como edifícios e máquinas.

No Passivo:

São as contas que a empresa tem à pagar, são classificadas de acordo com as datas emcirculante, não-circulante, à longo prazo e patrimônio líquido.

Por circulante pode-se entender: são contas que devem ser pagas dentro de 1 ano como dívidas com fornecedores, impostos recolhidos, empréstimos bancários que vencerão em até 1 ano, aluguéis, encargos sociais, salários.

Por passivos à longo prazo pode-se entender: são contas à pagar depois de 1 ano, como financiamentos e títulos.

Por patrimônio líquido pode-se entender: valor que sócios e acionistas têm na empresa. Reserva de capital, de lucros e prejuízos acumulados.

Análise final: A situação financeira da empresa é definida pela diferença entre os ativos e os passivos.