Como Fazer Plano de Aula

Como Fazer Plano de Aula

O plano de aula é uma previsão de tudo o que pretende ser lecionado ao longo do ano letivo em um colégio, cursinho ou faculdade. É a partir dele que os professores iniciam suas atividades com os seus alunos.  Abaixo, vocês vão aprender, passo a passo, como criar um plano de aulas organizado e eficaz.

1. Tome uma decisão.  Primeiro de tudo, é importante que você decida o tema da sua aula. É essencial que o seu tema esteja de acordo com a faixa etária dos seus alunos.

2. Defina quais vão ser as áreas trabalhadas com os seus alunos. Cada matéria tem uma área específica. Por exemplo: os professores de Língua Portuguesa deverão pensar sobre desenvolver a capacidade de fala, escrita e leitura de seus alunos. Os de matemática, por outro lado, deverão pensar em desenvolver a capacidade na área de exatas.

3. Domine o assunto. Quanto maior for o seu campo de conhecimento, melhor. Quanto mais você souber sobre o assunto que está lecionando, melhor vai ser o resultado obtido. É sempre importante que os professores dominem, por completo, o tema que estão trabalhando. Para isso, pesquise bastante, leia e estude tudo o que possa de alguma forma te ajudar na hora da aula.

4. Coloque tudo em ordem. Organização é a base de tudo. Portanto, monte um cronograma de como suas aulas vão funcionar. O que deseja ensinar primeiro? Quanto tempo planeja gastar ensinando isso? Assim, você terá um maior controle do seu tempo e o aproveitará da melhor forma possível.

5. Crie estratégias. Depois de ter feito o cronograma, é hora de criar estratégias que te ajudem a chegar mais rápido ao seu objetivo. Elas podem ser feitas através de atividades que prendam a atenção dos alunos, fazendo com que eles fiquem interessados na matéria (materiais alternativos podem ser boas escolhas, como músicas, atividades ao ar livre, desenhos ou peças de teatro)

5.  Motive seus alunos. A motivação é um processo muito importante em vários aspectos da vida humana. Com as aulas, isso não é diferente. Você precisa criar estratégias de motivação para que seus alunos mantenham-se sempre interessados nas aulas – e isso, consequentemente, trará bons resultados para o seu trabalho.