Como Evitar Dívidas

Como Evitar Dívidas Milhares de pessoas ainda hoje possuem o nome preso em cadastros de endividamento. Ao contrário de países europeus, o Brasil ainda é referencia quando o assunto é endividamento. Os motivos são inúmeros, desde a falta de planejamento econômico ao gasto excessivo com utensílios desnecessários. Nesse post você vai ver algumas dicas de como evitar dívidas.

1. Tenha consciência. Não adianta você ter dinheiro e não saber administrá-lo. É fundamental que você saiba pode onde deve começar a economizar e poupar seu dinheiro, é claro que há gastos que são inevitáveis. Entretanto, sabemos que há despesas que são inevitáveis, como por exemplo, o gasto com alimentação, escola das crianças, contas de luz, água, internet, aluguel ou condomínio. Embora seja o ideal você mesmo saber organizar sua vida financeira, são inúmeras as instituições bancárias que hoje em dia oferecem o serviço de gerenciamento patrimonial. Converse com seu gerente sobre essa possibilidade.

2. Evite parcelas a perder de vista. Tente sempre manter o controle do seu cartão de crédito. Pense na possibilidade de evitar comprar em diversas parcelas. Se não for possível, não deixe de perguntar quantas parcelas são possíveis sem juros. A compra à vista é um mecanismo fundamental para se evitar as dívidas. Lembre-se: quanto maiores as parcelas, maiores as chances de perca do controle financeiro, e por conseguinte, maior a probabilidade de endividamento. Pois quanto mais dívidas, maiores as chances de você não conseguir dar conta das mesmas.

3. Tente negociar com seu banco. Um erro que muitos brasileiro costumam cometer na hora do aperto financeiro, é recorrer a empréstimos para quitar a dívida em questão. Esse é um problema comum explicado por razões como aquisição de empréstimos entre outros motivos. Questione a possibilidade de quitação. Uma dica interessante é você pensar bem na possibilidade de quitar as dívidas em parcelas. Mas para isso é necessário que o devedor e aquele a que se deve possam chegar antes a uma solução.