Como Criar Galinha Caipira

Como Criar Galinha CaipiraCom a propagação das atitudes sustentáveis e a busca por uma alimentação saudável de forma natural, a criação de galinha caipira tem sido mais comum do que parece. Trata-se de uma ave com menores teores de gordura, apresentando uma carne de coloração mais avermelhada e proporcionando sabor único aos pratos que com ela são feitos. Os ovos de galinha caipira também são diferentes na cor da gema e no sabor. Antes reservada apenas ao fundo de quintal, a criação de galinha caipira tornou-se meio de lucro no mercado alimentício. Leia o artigo e saiba como criar os animais:

1. Regulamentação. A primeira coisa que você deve ter é autorização e registros da Vigilância Sanitária para a criação dos animais. Pode ser uma pequena burocracia no início, mas com certeza é muito melhor cumpri-las de antemão do que ter que fechar seu criadouro por falta de documentação.

2. Espaço. Com as devidas licenças, você precisa ter um bom espaço para que a criação das galinhas seja natural, de forma que elas possam se desenvolver naturalmente. Caso você não tenha uma chácara, fazenda ou sítio, coloque as galinhas em seu quintal, que precisa ser um espaço arborizado, ensolarado, alto e seco, longe de enxurradas e ventanias. É bom que fiquem próximas da casa do dono, para melhor controle das aves.Também deve ser construído um abrigo com paredes ventiladas (com arames lisos ou grades), um bebedouro e ninhos, para repouso noturno das galinhas, que ficam soltas durante o dia.

3. Alimentação. A diferença entre a galinha caipira e a galinha ou frango de cativeiro é o que ela come. O frango que conhecemos, com a carne branca, ingere apenas ração, própria para que estimule seu crescimento e a produção de ovos. A galinha caipira deve alimentar-se apenas de produtos naturais como grãos de cereais e farelo de soja, além do milho.

4. Produção de ovos. A galinha criada em ambiente natural produz ovos de acordo com a luminosidade das estações do ano. Para manter uma grande produção de ovos ao ano, as galinhas precisam ser expostas à luz de 15 a 16 horas de luz por dia, a partir das 18 semanas de vida (momento chamado de postura). Este período de iluminação pode ser obtido com lâmpadas acesas no período noturno nos abrigos, alongando o efeito da luz do dia. Os ovos devem ser coletados pelo menos duas vezes ao dia.