Como Calcular Pensão Alimentícia

Como Calcular Pensão AlimentíciaQuando estamos casados, tudo são flores. A felicidade está a mil, tudo parece perfeito. Entretanto, quando a separação bate na porta da família e existe uma criança com o casal, tudo passa a ser um período de mudanças e adaptação conturbado.

Quando é o caso de ter uma criança envolvida no processo de separação é a pensão alimentícia. O mesmo acontece quando o casal que não tem união estável dá origem à uma criança.

Se você está em uma dessas situações citadas acima, acompanhe as dicas que o Como Fazer preparou para você entender como calcular a pensão alimentícia.

1. O pai ou a mãe que terá que pagar a pensão alimentícia para o ex, terá que arcar com 33% do valor bruto do salário. Ou seja, essa porcentagem deverá ser destinada totalmente para a outra pessoa.

2. Se o pai ou a mãe que terão de pagar a pensão alimentícia for um trabalhador liberal ou mesmo um comerciante, o cálculo do benefício deverá ser feito com base nos salários mínimos, levando em conta as necessidades da criança e também a possibilidade do pai ou a mãe arcar com o valor.

3. Depois de definido o valor junto aos advogados, a pensão deverá ser paga para o pai ou a mãe até que o filho complete os 18 anos. Para o caso do filho cursar uma faculdade, o benefício deve ser estendido até os 25 anos ou o término do ensino superior. O que vai depender é a determinação do juiz.

4. Se por acaso a pessoa não cumprir com o compromisso de pagar a pensão alimentícia, ela poderá ficar presa de 30 a 90 dias. Mesmo com a prisão, a dívida não é abatia e a pessoa deverá pagar tudo com trabalho ou mesmo penhora de bens, como carro, casa ou eletroeletrônicos.