Como Avaliar na Educação Infantil

Como Avaliar na Educação InfantilPara entender os processos de avaliação na educação infantil, deve-se compreender primeiramente quais são os objetivos desta fase na vida da criança.

A educação infantil tem a finalidade de desenvolver integralmente a criança até os 6 anos de idade, nos aspectos físico, mental, social e intelectual, itens que complementam a ação da família e comunidade e permitem um melhor diálogo entre si.

Logo, para avaliar se estes objetivos têm sido alcançados com sucesso por parte da instituição de ensino o professor deve observar a criança no dia a dia escolar. Nesta avaliação também é possível diagnosticar possíveis distúrbios comportamentais que podem ser provenientes de doenças psicológicas, físicas ou mesmo influências de hábitos familiares.

Estas observações devem ser registradas por escrito e discutidas com os responsáveis pela criança e com a comunidade escolar em geral, para que a participação dos pais e comunidade sejam incentivadas.

O que deve ser avaliado?

Hábitos e atitudes da criança - A criança está sempre atenta na sala de aula;

Relaciona-se bem com colegas e professores;

Colabora com os colegas, com os professores e ajuda a manter a limpeza e organização na sala de aula;

É pontual e atento à prazos de entrega de atividades;

Ouve com atenção e é participativo na sala de aula.

Linguagem - Entende o que é dito a ela e se expressa com clareza;

No momento em que as histórias são contadas, a criança ouve e participa no momento em que é solicitada;

Articula as palavras e é desinibida.

Desenvolvimento Psicomotor - Tem consciência sobre o próprio corpo e consegue expressar-se desenhando;

Movimenta-se bem (que pode ser avaliado na hora de executar ações como pular, correr, arrastar, etc);

Possui boa motricidade fina (que pode ser avaliado na hora de executar ações como recortar, pintar e colar);

Tem boa orientação no espaço e boa organização temporal.

Desenvolvimento cognitivo - Compreende ações matemáticas envolvendo raciocínio e operações simples;

Tem boa concentração no momento em que está realizando as atividades propostas;

Demonstra interesse e criatividade;

Consegue compor exercícios como quebra-cabeças.

Conclusão - Por meio destas avaliações é possível verificar o aprendizado da criança preparando-a e desenvolvendo capacidades que lhe serão úteis pelo resto da vida, provas e questionários não dão conta deste tipo de avaliação, logo devem ser dispensados.